DC 201-03-19 T24h

Placa: LYW 9286

A ciclofaixa da Av. Santa Catarina em Camboriú continua servindo de estacionamento. De nada adianta divulgar e reclamar do perigo que isso representa. Além de ser uma afronta aos poderes constituídos que tem a responsabilidade de fazer cumprir a lei. Se não melhoram a ciclofaixa ao menos esperamos mais fiscalização sobre os infratores.

Pensando e imaginando…

Placa: MGR 2817.

Corsa Celta branco ultrapassa automóveis em fila utilizando-se de acostamento e ciclofaixa da Fazenda do Rio Tavares.

Ops, parece que a ciclovia da Beira Mar Norte virou arena de festa. Estas fotos foram tiradas no dia 29/12/11, em frente ao Trapiche.

No dia 03/01/12, a estrutura ainda estava por lá, como é possível ver nas três últimas fotos. E ainda atrapalhando a passagem.

O evento que ocorreu foi um show promovido pela prefeitura de Florianópolis.


Foto: MHS 7457

Tirada às 8h45min. Ciclofaixa ao lado do Angeloni na Av. Madre Benvenuta.

A Fiorino entregava mercadoria para a farmácia às 8h45 da manhã, sendo que tem um estacionamento enorme e vazio ali dentro a esse horário.

“Eu passava por ali todos os dias, avisei ele 1 vez, disse que não ia mais estacionar mas que não era pra eu tirar foto naquela hora, dei uma chance, no outro dia, quem eu encontro? Tenho mais 4 fotos, com nitidez da placa e tudo.” [A.A.V.]

Estas fotos foram tiradas no dia 04/11/11, na ciclovia da Beira Mar, na altura do Scuna Bar, logo depois da ponte Hercílio Luz.

Conversei com o motorista do veículo, que disse que o caminhão estava quebrado e não conseguia sair. Comentei que entrar na ciclovia já estava errado, independente de o carro estar quebrado ou não. Ele falou que não tinha mais onde estacionar e deixar na avenida ia atrapalhar o trânsito. Notem a ironia.

Placa: MGS 6567.

Desrespeito. Na rua Frei Caneca, quando a ciclovia não vira estacionamento para caminhões de carga e descarga, se transforma em via “privativa”de motoqueiros. Imagem do repórter Oliveira Mussi.

Publicado no no Jornal Notícias do Dia, edição de Florianópolis, no bíduo 13 e 14 de agosto de 2011 (pág. 30). Veja a página em PDF.